30 de maio de 2020 - 04:43

Eventos

A leitura poética “Eu nunca lhe apareci de branco” - Gilda Portella

Eduardo Batukka convida você a mergulhar na poesia de Emily Dickinson. Dia 27 de janeiro no Gabinete Antes do Café (@gabineteantesdocafe) às 20 horas, ele apresenta a leitura poética “Eu nunca lhe apareci de branco”, que contará ainda com trilha sonora original de João Reis (@musicadereis).

Emily Dickinson (1830-1886) é o primeiro exemplo de poetisa da privacidade, da solidão, como sua própria poesia descreveu "A Alma seleciona sua própria Sociedade. E depois fecha a porta...". Apesar da maioria de seus poemas só terem sido encontrados após sua morte, trancafiados em baús em seu quarto, Dickinson inaugurou um novo estilo poético, aberto a muitas possibilidades de interpretação.

Para a performance, foram separados em meio à vasta obra de Emily Dickinson alguns poemas e cartas. As cartas trocadas por ela com outras pessoas servirão de esteio cronológico e biográfico, para tecer uma narrativa epistolar acerca da vida e da obra da poetisa. Venha se assombrar com a Arte de Dickinson.

Observação: não venha de branco. Faça sua pré-reserva para a leitura poética “Eu nunca lhe apareci de branco” dia 21 de janeiro (segunda-feira) às 20h no Gabinete Antes do Café (Rua 24 de Outubro, 566, Galeria Vila Maria, Cuiabá-MT). As cadeiras são limitadas. O valor do couvert artístico sugerido é R$20 reais. confirme sua reserva no telefone 65- 99261-9334.

Juliana Albernaz, sócia proprietária do Gabinete antes do café,   define a casa: “E um espaço de arte, café, música, poesia e chapéus”. O que dá charme e magia ao local complementa “e o cantinho do mundo, pois há história e estórias pra todo lado’’. Finaliza revelando o mistério da leveza e alegria do local “além da boa comida, shows intimistas  de jazz, blues, bossa, há uma galeria de arte com artistas do estado e de fora.”

A  galeria Vila Maria fica na  rua  24 de outubro, n. º 566.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.