11 de agosto de 2020 - 07:33

Cultura

ACADEMIA DA ORQUESTRA SINFÔNICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO.

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso inicia neste ano de 2020 um novo programa de atuação no estado, a Academia da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso. O programa, em favor da universalização e do aprimoramento da educação básica em música orquestral, oferecerá oficinas e mentorias em instrumentos como violino, viola de arco, clarineta, trompete e trombone, enquanto atividade de extensão que no momento se dará em formato online devido à realidade de isolamento social, porém, com o forte propósito de aproximar de forma perene, o conhecimento superior, representado nas universidades, dos níveis escolares fundamentais.

 A promessa é possibilitar aos jovens músicos instrumentistas se prepararem com mais competência para a atuação em práticas orquestrais e suas vertentes em nosso mercado. Vale lembrar que o grupo de técnicos envolvidos no processo conta com uma herança de mais de 40 anos de tradição na produção de espetáculos e concertos, certificando assim, a qualidade da missão da proposta. 

Das batutas dos maestros Konrad Wimmer, Marcelo Bussiki, Ricardo Rocha, Roberto Vitório, Silbene Perassolo, e agora com Fabrício Carvalho – diretor artístico da proposta, a Orquestra cumprirá o seu papel “promovendo a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos na música, próprios do nível superior, por meio de uma comunicação específica da prática extensionista” - um norte e papel de democratização do conhecimento estratégico dentro da Universidade Pública no país, explica o maestro.

 Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional nos aspirantes a músicos, integrando os conhecimentos que foram adquiridos na trajetória das diversas gerações envolvidas no processo, segundo o violista Edson Assunção, que respira o cotidiano da Orquestra desde 1983, quando, aos nove anos, começou a aprender o instrumento, é uma satisfação. “Como supervisor, você vê o resultado acontecendo, e embora, mesmo com problemas que às vezes surgem, ver depois o sucesso da apresentação de cada um, dá uma satisfação pessoal por ter contribuído para aquilo acontecer”, completa o servidor com sua visão particular sobre sua atividade como um todo, e as propostas da Academia OSUFMT.

O lançamento do trabalho será liderado pelo músico Fernando Pereira. Bacharel, mestre, licenciado em música pela Academia Nacional de Sofia, o integrante da Orquestra mediará um conjunto de ações em duas vertentes, formação comportamental no qual chama de Soft Skills para músicos de orquestra, com participação livre a todos que assim desejarem, e formação técnica, hard skills, com ênfase em performance em violino e/ou viola de arco. A proposta toda, segundo o músico, é suscitar discussões para uma melhor inserção de jovens na dinâmica de um mercado bastante aquecido, mas, que em suas palavras, “é pouco conhecido e explorado”. Em um título provocador “do gênio incompreendido ao profissional de sucesso” a proposta busca “aguçar a reflexão sobre paradigmas e práticas em uma carreira tão nobre dentro da sociedade, a profissão de músico” finaliza o servidor. 

Para aqueles que quiserem participar deste novo momento da Orquestra Sinfônica, capacitando se, atualizando se para o futuro da música de concerto por meio das Ações Extensionistas da Academia, a produtora cultural do grupo, Fernanda Ficagna orienta a todos a acessarem o link de cadastramento para as atividades no portal da UFMT, ou para maiores informações entrar em contato pelo e-mail [email protected], visto que os acessos presenciais estão suspensos temporariamente enquanto medida restritiva de saúde pública. 

Para os amantes e entusiastas da cultura e arte, todas as discussões podem ser acompanhadas de forma gratuita pelo instagram da Orquestra Sinfônica da UFMT @orquestraufmt.

 SERVIÇO

Academia da Orquestra Sinfônica da UFMT

Oficinas em Habilidades Comportamentais e técnicas aplicadas ao musico de orquestra.

1º Módulo 

Condições para participação

Certificação Soft Skills  participação livre a maiores de 14 anos

Certificação Hard Skills: participação com experiencia em violino e/ou viola de arco e idade acima de 14 anos

 

 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.