29 de novembro de 2020 - 16:59

Educação

05/11/2020 23:04

NEPRE E PARTICIPANTES FAZEM AVALIAÇÃO POSITIVA SOBRE O EVENTO “XIV JORNADA DAS DESIGUALDADES RACIAIS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA”

Com mais de 2 mil inscrições, a XIV Jornada Desigualdades Raciais na Educação Brasileira aconteceu nos dias 26, 27 e 28 de outubro de 2020, pelo YouTube, com debates e divulgação de pesquisas e experiências sobre os impactos da COVID-19 na educação das populações brasileira e africana no contexto de relações étnico-raciais. 

Voltado para intelectuais, pesquisadoras e pesquisadores, trabalhadoras e trabalhadores da educação, estudantes de pós-graduação e de graduação, militantes de movimentos sociais e dos movimentos sociais negros e a comunidade em geral, o evento teve como pauta desenvolver debates sobre as relações raciais e educação no contexto da pandemia e seus impactos na vida das populações brasileiras e africanas.

 Com 2.212 inscrições das mais diversas localidades do país, com média de 700 visualizações diárias e 170 participações diretas, o evento superou expectativas e de acordo com o coordenador do NEPRE, o Prof. Dr. Sérgio Pereira dos Santos: “A edição da XIV Jornada de Desigualdades Raciais na Educação Brasileira, realizada este ano pela primeira vez em formato digital e remoto, novamente com brilhantismo e competência, possibilitou a socialização, a ampliação e a produção de conhecimentos e experiências acadêmicas, culturais e sociais na dinâmica da educação das relações étnico-raciais no contexto da Covid-19, abrangendo um grande público regional e nacional diversificado e comprometido com tal temática de uma  forma espetacular. Nesse sentido, na medida em que a Jornada se ressignificou a partir das dinâmicas digitais de um tal contexto que se exigiu isso, pensar as relações étnico-raciais em contexto de pandemia mundial, a partir de suas ações desenvolvidas, foi extremamente salutar para averiguar e dimensionar a intensidade e a engrenagem das relações étnico-raciais na vida das populações afro-brasileiras e africanas na sociedade, e, principalmente, no fenômeno educativo! Enfim, tal sucesso da Jornada 2020 só foi possível pelo envolvimento ativo, comprometido e carinhoso de toda a composição do NEPRE e por parceiros e parceiras que são pessoas que não mediram esforços para a relação de um grandioso evento sobre relações étnico-raciais no campo educacional”.

 A programação cultural contou com uma exposição virtual guiada chamada “Grandes Heroínas Negras”, realizada com estudantes de escolas do ensino médio e fundamental do Estado de Mato Grosso, além de ter contado com  a presença de intervenções artísticas africanas e afrobrasileiras e a exibição de um mini documentário sobre as memórias das edições anteriores da Jornada. Através do fomento do auxílio vivência da PROCEV/UFMT por meio dos projetos “IV Cultura Preta – Ações Afirmativas de Cultura na UFMT: Intervenções Artísticas - Vozes pretas na UFMT 50 anos” e “IV Cultura Preta – Ações Afirmativas de Cultura na UFMT: construindo epistemologias e artes antirracistas na UFMT 50 anos” e com a parceria do Coletivo Negro Universitário da UFMT por meio do projeto “Processos Educativos em Tempos de Pandemia: Diálogos Interativos sobre Relações Raciais”, a Jornada apresentou-se mediante sua realização como uma vitrine de manifestações culturais de matrizes africanas no Brasil. 

Avaliado de forma positiva, como podemos destacar o comentário daqueles que participaram da discussão, como Elaine Cristina: “​Gratidão! Três dias de muita capacitação, aprendizagem. Tudo muito bom. Parabéns aos organizadores, professores. Deus continue os abençoando”. A internauta Magna Aparecida da Silva Matos, destacou: “Gratidão a este evento pela riqueza das temáticas apresentadas, 3º ano participando e agregando valores e conhecimentos com grandes personagens da educação.” Já, Douglas Castro, agradeceu aos participantes da Roda de Conversa dizendo: “Que manhã maravilhosa! Muito obrigado pelo aprendizado professoras Joelma, Flávia, Karla e Ana Luisa.”  

O sucesso foi tão grande que deixou um gostinho de quero mais! Como salientado pela Prof.ª Dr.ª Cândida Soares da Costa: “Desejamos que estejamos juntas e juntos na XV Jornada Desigualdades Raciais na Educação Brasileira.” Desta forma, a expectativa para 2021 é que o sucesso se repita. Quem perdeu, pode conferir os vídeos disponíveis no canal do NEPRE, no Youtube, pelo link https://www.youtube.com/channel/UCTrViE-NNnIpbh5O4FBBbkA.

 Realização

 A Jornada das Desigualdades Raciais na Educação Brasileira é uma realização do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (NEPRE). Fundado em 2001, o NEPRE tem como objetivos realizar ações pedagógicas de extensão, estudos e pesquisas sobre a dimensão racial do fenômeno educativo, paralelamente à disseminação dos conhecimentos sobre o tema; nuclear pesquisadores, estudantes e interessados no tema das Relações Raciais e Educação, no que se refere a negros e afrodescendentes; divulgar os conhecimentos sobre relações raciais e educação junto à população em geral e, em especial, aos profissionais da educação; promover eventos, tais como palestras, mesas-redondas, jornadas, encontros, seminários, etc. e produzir publicações sobre o tema.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.