30 de outubro de 2020 - 15:56

Eventos

SOS Filhas do Pantanal e do Cerrado

 A campanha SOS Filhas do Pantanal e do Cerrado busca amenizar os efeitos da crise socioambiental (covid-19, período de seca prolongado e queimadas intensas) vivida pelos povos indígenas, comunidades tradicionais pantaneiras e quilombolas de Mato Grosso.

O movimento é articulado pela Casa das Pretas/ MT com apoio do Instituto Centro de Vida - ICV com repasses diretos para a Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas de MT - CONAQ (Conaq MT), a Federação de Povos e Organizações Indígenas de MT (Fepoimt) e a Rede de Comunidades Tradicionais Pantaneiras.

Laura Silva  quilombola do Ribeirão do Mutuca território do Mata Cavalo  ressalta  que "a campanha de doação é fundamental para as populações quilombolas. Neste momento de pandemia e queimadas no Pantanal". E menciona uma expressão do Mestre Jesus símbolo do AMOR Universal:  "Dar-lhe agua, a quem tem sede; Dar-lhe comida a quem tem fome". E finaliza destacando: "São as mãos construindo a solidariedade e alimentando".  O símbolo da Campanha SOS são mãos que resistem lutando por justiça social;  representa a mão  das filhas do pantanal e cerrado que  trabalham mas também acolhe, dar e recebe.

 Eliane Xunakalo assessora da Fepoimt destaca a importância da doação para a Campanha SOS Filhas do Pantanal e  do Cerrado esse gesto   estar para além,  da empatia e da solidariedade, ela fala da manutenção dos povos enquanto GUARDIÕES de seus territórios, garantindo assim a preservação de saberes e fazeres enfim para que vida continue a existir: É necessário, que toda sociedade tenha  solidariedade com os povos indígenas, com os quilombos, pantaneiros, precisamos auxiliar os guardiões dos Biomas, para fortalecer sua conexão de luta, de afeto com ambiente que vivem.”

Edinalda Pereira do Nascimento – Membro da Rede de Povos e Comunidades Tradicionais Pantaneiras fala também da necessidade de manter a população ribeirinha e pantaneira neste bioma: “Os incêndios florestais devastaram nossos territórios tradicionais, alteraram nossa maneira de manejar e utilizar a biodiversidade. Precisamos nos reconectar com nosso ambiente, precisamos continuar em nosso lugar as doações iram possibilitar essa permanência nestes locais.  

 A campanha seque ate o dia 30 de novembro, todas as doações recebidas pelo www.icv.org.br/doar serão totalmente revertidas para a campanha.

 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.