13 de dezembro de 2018 - 20:59

Polícia

17/05/2018 21:18

Presos com pornografia infantil pagam R$ 1 mil e são liberados no mesmo dia

Dois homens presos nesta quinta-feira (17), em Cuiabá, por armazenar pornografia infantil, foram soltos após pagamento de fiança no valor de R$ 1 mil. Os suspeitos de 26 anos e 53 anos irão responder o procedimento policial em liberdade. Já o professor de inglês, preso em Barra do Garças  (a 516 quilômetros de Cuiabá), não teve fiança aplicada na Delegacia e foi encaminhado para audiência de custódia. O crime praticado por ele tem pena mais grave, pois além de armazenar ele também compartilhava as imagens de pornografia infantil, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil. 

Um dos mandados foi cumprido bairro Coophamil, na residência onde mora K.M.E. No local foram encontradas imagens de adolescentes nuas em um dos computadores da casa, onde os policiais acompanhados de peritos da Perícia Técnica (Politec) apreenderam um pendrive, dois notebook’s e dois aparelhos celulares.
 
No bairro Jardim Gramado, J.L.S  foi levado para a Delegacia Especializada do Adolescente (Deddica) após os policiais e peritos encontrarem na casa aparelhos eletrônicos e mídias com conteúdo pornográfico infantil. Os peritos coletaram materiais e foram apreendidos disco rígido do computador, 6 HD’s, sendo um externo, pendrive e 3 celulares.  
 
Em outro endereço, no bairro Jardim Santa Isabel, os policiais aprenderam CPU e um celular. Em pesquisa no computador, os peritos encontraram imagens e vídeos de pornografia infantil. O usuário do computador não estava na casa e deve ser intimado para prestar esclarecimentos.  
 
Além da dupla,  um professor da língua inglesa, de 44 anos, foi preso em flagrante em Barra do Garças, por armazenar e transmitir imagens de conteúdo pornográfico infantil.
 
Em sua casa, os policiais encontraram um notebook conectado à internet e na tela havia vários ícones relacionados a pornografia infantil. Peritos da Politec, que acompanharam as buscas, fizeram análise do conteúdo e constataram que além de receber e baixar, os suspeitos compartilhavam imagens pornográficas de crianças e adolescentes a outros usuários na rede. O mandado foi cumprido pela equipe da Polícia Civil (Garra e 1ª Delegacia de Polícia).
Luz da Infância II
O Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP) deflagrou uma operação nacional, nesta quinta-feira (17), para cumprir dez mandados de busca e apreensão contra pessoas suspeitas de armazenar conteúdo pornográfico infantil. A ação é batizada de ‘Luz da Infância II’. As ordens são cumpridas pela Polícia Judiciária Civil (PJC) em Mato Grosso.
As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Alto Garças e Barra do Garças. Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligencia da Secretaria Nacional de Segurança Pública e repassados à Diretoria da Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), que representou judicialmente pelos mandados, com base em elementos coletados em ambientes virtuais referentes a pornografia infantil.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.