21 de outubro de 2018 - 09:08

Polícia

02/08/2018 10:29

Gaeco "invade" AL e investiga deputados e empresários

O Núcleo de Ações de Competência Originária e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), composto por membros do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar, estão na manhã desta quinta-feira (2), dando cumprimento a mandados de busca e apreensão na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, todos expedidos pelo Tribunal de Justiça, por intermédio de decisão do  desembargador João Ferreira Filho.

Os mandados de busca e apreensão e demais diligências investigativas são levadas a efeito no âmbito da Operação “Déjá vu” e têm por finalidade a obtenção de provas para subsidiar investigações em curso e apuração dos crimes de associação criminosa, supressão de documentos e peculato, com envolvimento de servidores públicos, empresários e parlamentares estaduais.

"Déjà vu" é um galicismo que descreve a reação psicológica da transmissão de ideias de que já se esteve naquele lugar antes, já se viu aquelas pessoas, ou outro elemento externo. 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.