15 de setembro de 2019 - 23:59

Polícia

09/07/2019 12:21

CASO SANDRA

A delegada Elaine Fernandes, da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf), pediu a prisão de Maikon Douglas Alves dos Santos e Jordão Rodrigues Neto, suspeitos de terem participado do latrocínio (roubo seguido de morte) da servidora pública de Várzea Grande, Sandra Regina Siqueira Travaina.

O crime aconteceu no dia 1º de Julho, no Bairro Nova Várzea Grande. O tiro atingiu o pescoço da servidora, que chegou a ser socorrida por familiares e levada para o Pronto Socorro da cidade. Sandra, porém, não resistiu aos ferimentos.

 

O autor do disparo, identificado como André Luiz Gomes, conhecido como “Neguinho”, de 20, foi capturado em Cáceres (a 225 km de Cuiabá), dois dias após o crime.

 

De acordo com a delegada Elaine Fernandes, o pedido pela prisão dos dois comparsas de André foi feito ainda na semana passada e tramita na 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

 

“No ato da comunicação do flagrante [de André], já representei pela prisão dos dois foragidos. Ainda estamos em diligências para tentar prendê-los”

 

 

Dois dias após o latrocínio, o atirador foi preso e confessou ter matado Sandra, porque teria se assustado quando ela buzinou.

 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.