30 de outubro de 2020 - 16:52

Política

"Não vão ganhar no tapetão", diz Roberto França ao descartar inelegibilidade

"Não vão ganhar no tapetão". Essa afirmação é do candidato ao cargo de prefeito de Cuiabá, Roberto França (Patriotas), após veiculação de que sua candidatura poderia estar indeferida devido a atos de improbidade administrativa e inelegibilidade, vinculando ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

 

França, em entrevista ao programa A Notícia de Frante, da TV Vila Real, nesta terça-feira (29), chamou de "maldade" a divulgação da informação. Segundo ele, quem quiser ganhar a eleição terá de derrotá-lo no voto, e não no tapetão, ou seja, por medidas que não sejam democráticas. 

"Esclareço de que no Conselho Nacional de Justiça, que foi baseada essa informação falsa, é de março de 2019. E nós conseguimos uma liminar em outubro do ano passado. Não foi atualizada a nossa legalidade para disputar a eleição. Não vão ganhar no tapetão. Se tiver que ganhar, vão ganhar democraticamente nas urnas. Na soberania do povo, no voto livre do povo. Essas sacanagens de fake news, de querer jogar coisas falsas na opinião pública e confundir a opinião pública é coisa do passado porque o povo é inteligente e sabe julgar o que é verdade e o que é mentira". 

Antes dessa entrevista, a defesa de Roberto França, patrocinada pelo advogado Rodrigo Cirineu, afirmou ao Olhar Direto que o cumprimento da sentença que gerou cadastro no CNJ foi suspenso por decisão liminar no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). A decisão, de novembro de 2019, está sob sigilo.

"O cadastro de inelegibilidades do CNJ, no que se refere à pessoa de Roberto França, está desatualizado. Sua última movimentação é de março de 2019. Em outubro do mesmo ano, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por intermédio do Desembargador Márcio Vidal, ex-Presidente do TRE/MT, acatou pedido de tutela antecipada formulada em ação rescisória e suspendeu a condenação que injustamente pesava contra o candidato. Tomaremos providências para que o CNJ atualize seu cadastro e evite equívocos dessa natureza. Essa é a verdade dos fatos".

Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.