26 de maio de 2022 - 01:22

Saúde

06/05/2022 07:56

Hospital Municipal de Cuiabá é selecionado para Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos”

A iniciativa tem o objetivo de reduzir em 30% as infecções hospitalares

O Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” – HMC está entre os 204 hospitais públicos do país selecionados, por meio do Ministério da Saúde, para implementação do Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos”. A iniciativa tem o objetivo de reduzir em 30% as infecções hospitalares, além de disseminar o modelo de melhoria para todos os setores da unidade.

Desde o início do desenvolvimento do projeto, em setembro de 2021, a equipe multidisciplinar do HMC, sob a consultoria do Hospital H. COR, adotou normas e rotinas padronizadas para reduzir as três principais infecções hospitalares dentro das Unidades de Terapias Intensivas – UTIs.  São elas: infecção relacionada à ventilação mecânica, infecção do trato urinário associada à sonda vesical de demora e infecção primária de corrente sanguínea associada a cateter venoso central. 

Segundo a infectologista Talita Arruma, a infecção do trato urinário associada à sonda vesical de demora apresentou taxa de 0% de infecção hospitalar, nos últimos seis meses, na UTI 2 , unidade onde está sendo iniciado o projeto. “A maioria das infecções hospitalares podem ser evitadas com a higiene adequada das mãos, associada a uma série de itens, que fazem a diferença na vida do paciente. A expectativa é avançar ainda mais na prevenção, usando técnicas de gestão e melhorias de processos”, pontua. 

A infectologista ressalta que uma das práticas adotadas para prevenção de pneumonia associadas à ventilação mecânica é a higiene oral três vezes ao dia, elevação da cabeça do paciente e desmame precoce da sedação. “Com visitas técnicas, identificamos se cada item está sendo executado de maneira correta e adequada, para propor mudanças e tentar resolver problemas. Cada mudança que deu certo vai ampliando a todos os profissionais em cadeia”, explica. 

“Seguimos as recomendações da Organização Mundial da Saúde – OMS, os profissionais são orientados e observados. Com isso, preenchemos dados e emitimos relatórios mensais, sobre as normas e rotinas adotadas”, completa. 

No dia 5 de maio, é o Dia Mundial da Higienização das Mãos, a infectologista aproveita para orientar sobre os cinco momentos necessários para realizar a higienização das mãos no ambiente hospitalar. “Fazer a higiene antes de tocar no paciente, após tocar o paciente, após tocar superfícies próximas ao paciente, antes de realizar procedimentos e após exposição a material biológico”, explica. “Os profissionais estão aderindo à correta higiene das mãos, aos poucos avançamos com ações de orientação e monitoramento”, finaliza. 

O diretor-geral do Hospital Municipal de Cuiabá, Paulo Rós, ressalta que a execução do Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos” reduz infecção hospitalar, tempo de internação, mortalidade e custo hospitalar. “Estamos empenhados para garantir segurança ao paciente, a infecção hospitalar pode ser evitada com o cuidado necessário. A gestão Emanuel Pinheiro não mede esforços para priorizar a vida das pessoas e humanizar o atendimento”, destaca.  

O Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos” tem duração de três anos. No Hospital Municipal de Cuiabá, ele funciona sob a condução do Núcleo de Gestão da Qualidade Hospitalar, com o apoio da equipe multidisciplinar.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.